Os óleos essenciais aromaterapia têm sido cada vez mais pesquisados e analisados por especialistas. Isso graças as suas propriedades terapêuticas e curativas que trazem inúmeros benefícios para a saúde.

Segundo a terapeuta Silvia Helena Barros em entrevista para a revista Boa Forma, eles são capazes de promover bem-estar físico e emocional ao mesmo tempo em que não possuem grandes contraindicações graças a fórmula natural.

Porém, é importante saber que cada um dos óleos essenciais aromaterapia possui uma finalidade. Conhecer as propriedades e entender como utilizar é importante, por isso criamos uma lista com os principais óleos essenciais.

Principais óleos essenciais aromaterapia

Lavanda, limão, alecrim…as opções são diversas! Apesar de compartilharem o método de extração e muitas vezes de uso, os óleos essenciais possuem propriedades únicas que precisam ser consideradas. Conheça agora os mais populares.

Toranja:

Em inglês “Grapefruit”, o óleo essencial de toranja é usado especialmente para aumentar a sensação de alegria e disposição. Por isso é um grande aliado de quem pratica exercícios físicos. Ele possui um aroma fresco e revigorante.

Também pode ser usado por estudantes que querem aumentar o foco, pois estimula a concentração e atenção.

Modo de uso:

Pode ser usado através do difusor, com o acréscimo de 2 gotas na água. Também pode-se aplicar duas gotas em sumos ou batidas para atribuir um sabor refrescante e revigorante. Uma mistura interessante é adicioná-lo ao sabonete líquido ou gel esfoliante e usar durante o banho.

Laranja Doce:

A Laranja Doce é indicada para aliviar as dores de cabeça e diminuir a ansiedade. Também é um dos óleos essenciais aromaterapia indicados para queima de gordura, pois age diretamente na gordura localizada e no combate à celulite.

Modo de uso:

É indicado usar compressa esse óleo fria ou quente com 2 a 3 gotas diluídas. Basta aplicar sobre o local que deseja, por exemplo, queimar gordura ou obter sensação de tranquilidade.

Também pode-se pingar 5 gotas do óleo essencial no canto do box e inalar o vapor durante o banho. Além do difusor, há ainda a possibilidade de pingar 3 gotas desse óleo sobre a mão e espalhar no corpo durante massagem.

Bergamota:

Tangerina, mexerica, bergamota…não importa como você prefere chamar, fato é que essa essência é muito boa para amenizar a insônia e a ansiedade. Atua também como um importante antidepressivo e pode ser usado para combater candidíase e cólica menstrual.

Modo de uso:

Adicione 2 gotas desse óleo em produtos como shampoo ou sabonete líquido. Também pode usá-lo em difusores para o efeito de vaporização.

Lavanda francesa:

As principais propriedades da lavanda francesa estão relacionadas a ação anti-inflamatória e antibacteriana. Porém, ela também atua no âmbito emocional causando sensação de tranquilidade, diminuição o estresse e da insônia.

Modo de uso:

Esse óleo deve sempre ser diluído para uso. Nesse caso você pode misturá-lo em óleos vegetais, extratos oleosos e outras misturas para massagens e compressas.

Melaleuca:

Ideal para combater fungos e micoses, o óleo de melaleuca possui uma propriedade intensa como purificador e antisséptico de ambientes. Atua também no fortalecimento do sistema imunológico.

Modo de uso:

Uma das formas de uso é aplicação direta, como em caso de unhas encravadas. Basta pingar uma gota sobre a unha ferida e massagear a região. Já para a região do couro cabeludo a indicação é diluir em shampoo apenas uma gota e aplicar com as mãos em lavagem normal.

Alecrim:

O alecrim é um dos óleos essenciais aromaterapia que são ótimos para diminuir a tensão muscular e auxiliar na concentração.

Modo de usar:

Muitas pessoas aplicam 1 gota na mão e misture com shampoo para estimular o crescimento e o fortalecimento dos fios. Também pode ser aplicado diretamente sobre espinhas e cravos para diminuir a aparência e fechar os poros.

Eucalipto:

O eucalipto é ideal para melhorar as vias respiratórias. Pessoas que enfrentam problemas respiratórios podem se beneficiar desse óleo graças aos efeitos broncodilatador e descongestionante.

Modo de usar:

As melhores formas de usar esse óleo são através da vaporização, quando ele é diluído em água fervente, ou pela mistura com outros óleos vegetais para aplicação tópica.

Como escolher o melhor óleo essencial?

A melhor maneira de escolher um entre os óleos essenciais aromaterapia é realmente lendo e estudando bastante a respeito deles. Você pode obter um conteúdo completo baixando gratuitamente o e-book “Guia Introdutório Sobre Óleos Essenciais” clicando aqui.

Somente lendo atentamente as propriedades de cada um é que você saberá escolher aquele que melhor atende as suas demandas.

Cuidados com o uso de óleos

Apesar de sua fórmula natural e pouquíssimas contraindicações, existem alguns cuidados que são fundamentais na hora de escolher um entre os óleos essenciais aromaterapia.

Leia a indicação de uso:

É muito importante ler a indicação de uso e estudar um pouco sobre o ingrediente antes de usar. Isso porque alguns não devem ser usados de forma tópica, outros não podem ser ingeridos, outros não podem ter contato com o sol etc. Essas especificidades são muito importantes e não podem ser ignoradas.

Confira o nome científico:

Ao pegar a embalagem do óleo, certifique-se do nome científico da planta. Assim você tem certeza de que se trata do ingrediente correto e de que a fórmula não é sintética.

Atenção ao aroma:

Algumas pessoas preferem alecrim, outras lavanda, outras bergamota…Fato é que o gosto por aromas é algo bem particular. É importante escolher um que tenha um cheiro agradável ao seu gosto. Os óleos essenciais são divididos nos seguintes grupos olfativos:

• Amadeirados;
• Canforados;
• Cítricos;
• Florais;
• Herbais;
• Mentolados.

O que é um óleo essencial certificado?

Também indicamos sempre que os consumidores priorizem o uso de óleos essenciais aromaterapia certificados. As certificações atestam a qualidade os produtos.

Durante esse processo, a empresa certificadora testa o produto, verifica a sua composição, confere o método de produção e todos os detalhes a respeito do óleo.

Assim, quem compra tem a segurança de adquirir algo verdadeiramente qualificado. Algumas certificações importantes são IBD ou Ecocert Brasil.

Há muito ainda a se descobrir sobre os óleos essenciais. Se você tem curiosidade sobre o tema, ou ainda quer aprender mais sobre eles para uso próprio, então o curso da Fabi Correa é uma ótima escolha.

No curso abordaremos tudo sobre as propriedades, melhores formas de uso e dicas até para quem pretende fazer dos óleos um novo instrumento de trabalho e independência financeira. Entre em contato e saiba mais.