Das muitas utilidades da aromaterapia, precisamos destacar as funções dos óleos essenciais para estética. Quando utilizados de forma correta eles podem auxiliar para uma aparência mais bonita ao mesmo tempo em que impulsionam a autoestima.

Os benefícios da aromaterapia são diversos. Eles vão desde efeitos físicos, como tratamento de dores e alergias, até psicológicos, promovendo bem-estar e auxiliando no controle de quadros de estresse e depressão.

Hoje, porém, você saberá um pouco mais sobre a aplicação desses produtos naturais para finalidades estéticas. Leia até o final e entenda como usar e quais são os efeitos possíveis.

Como os óleos essenciais para estética atuam?

O funcionamento dos óleos essenciais para estética é exatamente igual a utilização para outros fins. Através do uso, em especial pelo método tópico, o óleo adentra rapidamente a corrente sanguínea e começa a fazer efeito.

Sendo assim, eles podem atuar na pele, cabelos, unha e ajudar o corpo a ficar mais bonito em diversos aspectos. Vale ressaltar que o uso de óleos essenciais para estética é liberado para homens e mulheres.

Alguns dos efeitos possíveis na estética são:

  • Auxiliam no processo de desintoxicação da pele, adquirindo um aspecto mais saudável e bonito;
  • Aumento da circulação linfática que libera líquido retido e diminui o inchaço;
  • Fortalecimento do tônus muscular;
  • Proteção da pele contra radicais livres, o que combate o envelhecimento precoce;
  • Tratamentos específicos contra acne, dermatite e psoríase;
  • Aceleração de cicatrização;

Mas, para desfrutar de todos esses benefícios é preciso primeiro conhecer as propriedades e saber exatamente qual óleo usar para quê. É justamente isso que abordaremos no tópico a seguir.

Melhores óleos para a beleza

A lista de melhores óleos essenciais para estética é bem grande. A maioria dos óleos possui atributos que ajudam a manter a pele mais bonita e auxiliam no fortalecimento rejuvenescimento do corpo. Veja as nossas indicações.

Bergamota:

A bergamota tem um potencial adstringente que ajuda a eliminar a retenção líquida. Com isso, é possível perceber o corpo desinchando, o que ajuda a reduzir medidas em regiões específicas.

Além disso, o óleo de bergamota trata celulites e auxilia para uma pele mais lisa e bonita. Ele também pode ser usado no tratamento de acne pois possui um efeito antisséptico e cicatrizante, diminuindo as marcas causadas pelas espinhas.

Para quem tem a pele ressecada, pouco uso da bergamota pode diminuir rachaduras e trazer maior hidratação para a região. Ele é indicado para cremes de massagem, máscaras e óleos corporais, bem como cataplasmas e até bandagem.

Cedro:

O cedro em forma de óleo pode ser usado para diminuir rugas e sinais de idade. Por isso é indicado para pessoas a partir dos 35 anos de idade.

Existem muitas formas de usar, sendo as principais através da mistura em óleos corporais e cremes para massagem. Mas também é bastante aplicado em máscaras faciais e bandagens.

Camomila:

A camomila é muito conhecida pelos brasileiros por seu efeito calmante. Mas, além disso, ela ajuda a estimular o sistema linfático, o que reduz a retenção de líquidos.

Por ser antisséptica também trata ferimentos e inflamações na pele diminuindo as chances de cicatrizes e manchas. É um ingrediente ideal para peles ressecadas que demandam maior hidratação. A indicação de uso é principalmente em cremes de massagem e óleos corporais.

Laranja

Assim como a bergamota, a laranja é um dos óleos essenciais para estética que contribuem para conter manchas e também ajuda na drenagem linfática. Outra finalidade bastante relacionada a beleza é a redução de gordura corporal em locais específicos.

Além dos cremes e óleos corporais, como os anteriores, os banhos e vapor com óleo essencial de laranja também podem ajudar a obter bons resultados estéticos.

Alecrim:

Quem faz uso da aromaterapia sabe bem que o alecrim é um ingrediente potente para trazer calmaria, tratar insônia e cansaço. Na estética a sua aplicação serve principalmente para trazer maior vivacidade e beleza para a pele.

O alecrim é capaz de tratar cicatrizes e diminui manchas, principalmente aquelas causadas por picadas de insetos. Ele é amplamente utilizado em clínicas especializadas na limpeza de pele. O modo de utilização varia de acordo com a demanda, podendo ser misturado em cremes, óleos, máscaras ou usado em bandagens e banhos.

Melaleuca:

A principal aplicação da melaleuca é para tratamento de acne. O seu poder contra infecções é muito forte, o que significa que pode tratar ferimentos e evitar cicatrizes, acelerando a recuperação da derme.

Também tem um potencial adstringente que faz com que esse ingrediente seja usado para limpezas faciais. Você pode usar a melaleuca tanto em cremes e óleos quanto em vapor ou máscaras.

Já para os cabelos, esse óleos ajuda a tratar quadros de seborreia e contribuem bastante para um aspecto mais vistoso e saudável.

Palmarosa:

Muito utilizado para recuperação de tecidos, o óleo de Palmarosa também ajuda a diminuir as rugas e possui um alto potencial hidratante. Ele pode ser usado em tratamentos para pele, mãos, pés, lábios e rosto.

Em geral é usado misturado em cremes que são aplicados durante massagens. Porém, também é possível diluir algumas gotas em óleos corporais ou em máscaras para aplicação.

Óleos Para Os Cabelos

Além de suas funções em tratamentos para a pele, os óleos essenciais para estética também podem tratar os cabelos. Os mais indicados para essa finalidade são:

Hortelã:

O óleo de hortelã é rico em ácidos graxos que ajudam a desintoxicar e tratar os fios. Ele promove o crescimento das madeixas e faz com que o cabelo se torne mais forte e resistente.

Ylang ylang:

O seu papel principal é nutrir os fios para que esses cresçam mais fortes e saudáveis. Também trata profundamente os folículos capilares fazendo com que a raiz se torne mais firme, evitando quedas e quebras dos fios.

Manjerona:

Além do seu potencial calmante que ajuda a trazer mais conforto para o corpo, a manjerona evita quedas e estimula a saúde dos cabelos. Também é muito indicado para tratamento contra caspas, pois trata e revitaliza o couro cabeludo.

Sálvia:

Assim como o anterior, o óleo de sálvia é indicado para tratar caspas e também ajuda no controle da queda, já que promove força e resistência, melhorando a elasticidade dos fios. Também possui um efeito purificante e promove uma sensação de frescor após o banho.

Dicas para aproveitar os óleos essenciais

Na hora de escolher qual dos óleos essenciais para estética você quer usar é importante pensar em todos os detalhes. Embora tenham seus próprios efeitos atrelados, os óleos podem ser ainda mais potentes quando conciliados com tratamentos de estética.

Além disso, é fundamental entender exatamente como usar cada óleo e quais são as suas funções. A mistura precisa ser feita com cautela já que alguns elementos não devem ser misturados com outros.

Você pode descobrir como fazer misturas e aproveitar cada propriedade baixando gratuitamente o e-book “Guia Introdutório Sobre Óleos Essenciais”.

É interessante estudar os óleos para tirar o melhor proveito. No curso da Fabi Correa você descobre como usar cada elemento da melhor forma, quais são as suas funções e possibilidades com os óleos essenciais para beleza.